Clubhouse — Tudo O Que Você Precisa Saber Sobre Essa Nova Rede Social

A rede social também é oportunidade de negócio

O Clubhouse é uma nova rede social que conquistou o interesse de muitos brasileiros. Ela foi criada pelo engenheiro industrial Paul Davison e pelo cientista de computação Rohan Seth e foi lançada em março de 2020. Até o momento já possui 2 milhões de usuários e a tendência é só crescer.

O que é o Clubhouse?

O Clubhouse é uma rede social baseada em chats de voz, ou seja, nada de textos ou imagens. Por lá, só áudios são permitidos.

Ela funciona em formato de grupos de participantes e as conversas nesses clubes podem, inclusive, ser ao vivo. Para que seja tudo bem organizado, é possível, as salas possuem os speakers, aqueles participantes que podem falar, e os listeners que apenas ouvem os áudios e não podem participar ativamente.

O mais interessante é que nesses clubes, salas, é possível falar sobre um assunto específico e o usuário pode encontrá-las baseando-se nos seus interesses ou sugestões do próprio Clubhouse (parecido como o modo de “Busca” do Instagram ou “Para Você” do TikTok).

Como usar o Clubhouse?

Depois de fazer o cadastro e se logar, o usuário consegue verificar as salas que estão em discussão no momento ou que ainda vão acontecer. Ao escolher uma, basta selecionar o chat e você entrará como ouvinte.

Para poder falar na sala é preciso levantar a mão, pedir a palavra e o moderador do chat precisará autorizar a participação. Se desejar ter uma sala própria para poder falar quando quiser, basta ir em “Criar sala” e selecionar os membros que vão participar.

Além disso, também é possível agendar um chat em “Criar sala”. Tudo o que o usuário precisa fazer é escolher uma data, horário e criar uma descrição do tema que será discutido na sala. Após a conferência ao vivo terminar, os chats não ficam mais visíveis.

Por enquanto, cada conferência permite até 5 mil participantes.

O ClubHouse tem um lado ruim?

O Clubhouse só permite novos integrantes que sejam convidados. Apesar de parecer exclusivo, essa é uma estratégia bem comum em novas redes sociais e pode não significar, necessariamente, que será assim para sempre.

Até o momento, cada pessoa nova tem direito a distribuir dois convites e o perfil dela fica em destaque no perfil dos convidados. Após alguns dias, a plataforma libera mais cinco convites.

Além disso, ela só está disponível, por enquanto, para iPhone (iOS). Outro ponto levantado é que o aplicativo não é inclusivo a respeito de deficientes auditivos, uma vez que textos e imagens não são permitidos.

clubhouse

As empresas já estão no Clubhouse

Pensando na presença de empresas na internet, o Clubhouse já vem se tornando parte das estratégias de marketing de muitas empresas. É possível criar conteúdos relacionados ao seu negócio e, consequentemente, atrair clientes, engajar os atuais e até criar maior autoridade no mercado.

Além da possibilidade de convidar especialistas, influenciadores e profissionais que têm a ver com o seu negócio, é possível ainda investir na técnica de storytelling para apresentar a história da sua marca e falar do seu produto ou serviço diretamente com o seu público-alvo.

As possibilidades de uso do Clubhouse voltadas para estratégia comercial são diversas. Debater assuntos de interesse público e conectar formadores de opinião sobre determinado tema ou produto também são destaque.

Um exemplo de marca que já está investindo na nova rede social é o Nescau, que foi a primeira a fazer parte da plataforma com a sala Sports Talk, onde o tema é esporte e permite a interação do público.

Como divulgar seu negócio no Clubhouse

O Clubhouse tem planos para funcionamento também no sistema Android, ou seja, em breve o número de usuários da rede social irá aumentar. Por isso, como qualquer empresa que quer ficar a par das novidades no mercado, considerar estratégias para essa plataforma é bastante indicado.

As dicas para o empreendedor que quer divulgar sua marca na rede social são:

  • conhecer bem seu público-alvo: não importa o porte da sua empresa, é preciso conhecer bem as pessoas que você irá se comunicar. Com base nisso, crie uma sala com um tema que atraia as pessoas certas;
  • ser original: o Clubhouse é uma rede social que permite uma grande aproximação com o público, mas é preciso ser criativo e não ter medo de testar conteúdos diferentes com convidados diferentes;
  • saber se comunicar: os áudios no Clubhouse não podem ser editados e, por se tratar de um conteúdo falado, é preciso estar atento a dicção, pronúncia e principalmente a linguagem que você vai usar.

O Clubhouse é uma rede social como qualquer outra, ou seja, para conseguir divulgar sua empresa com sucesso é preciso conhecê-la muito bem, mas mais ainda conhecer o seu público.

Conheça o  domínio .CLUB e mergulhe no mundo dos clubes!

Se você tem um negócio ou gosta de clubes e grupos digitais, a GoDaddy te convida para registrar um domínio .CLUB.  Com ele, você estará criando uma comunidade online e até mesmo engajando ainda mais seus atuais e potenciais clientes. Para negócios que sejam do ramo do entretenimento (clubes de comédia, bares, serviços de assinatura etc) esse domínio é ideal!

Agora que você já conhece o Clubhouse e o .CLUB, continue por dentro das novidades e tenha mais conteúdos sobre o mundo da internet e dicas de marketing para empresas aqui no blog da GoDaddy!

Imagem de: https://unsplash.com/

Jornalista apaixonada por literatura, música e cinema. É Analista de Conteúdo na Agência Mestre e, antes disso, foi produtora editorial, assessora de imprensa e teve vários blogs ao longo do caminho. A escrita é sua paixão e acredita que a comunicação pode mover barreiras.