Como Aumentar o Tráfego Orgânico do E-Commerce

Produtos mencionados
Traga mais clientes para sua loja!

O tráfego orgânico do e-commerce deve estar entre as principais preocupações de um empreendedor. Isso porque, em um segmento com tanta competitividade, qualquer oportunidade de estar acima da concorrência deve ser explorada ao máximo!

Além disso, apostar em técnicas para aumentar o tráfego orgânico também permite que haja um investimento mais controlado e com maior retorno, devido ao trabalho conjunto com a mídia paga.

Se você ainda não trabalha com foco nesse tipo de tráfego, pode estar perdendo grandes chances de aumentar suas vendas! Confira detalhes neste artigo e aprenda como ampliar sua visibilidade gratuitamente com boas práticas.

Como aumentar o tráfego orgânico do e-commerce?

Os resultados que podem ser atingidos com um bom tráfego orgânico do e-commerce são muito expressivos, porém, é necessário entender que todo e qualquer trabalho feito com esse intuito deve ser pensado em longo prazo. O comum é que as estratégias sejam realmente efetivas somente após três ou seis meses de esforços.

Apesar disso, é possível conseguir uma boa progressão nesse sentido ao investir nas ideias mais efetivas, mas esse tempo de “maturação” das empreitadas com foco no orgânico merece atenção. Isso porque, claramente, devido a ele, você não pode buscar o aumento no tráfego pelos buscadores como sua única maneira de publicidade ou lucratividade!

Lembre-se: o orgânico deve ser parte da sua estratégia de divulgação, e as mídias pagas ainda são eficientes para trazer clientes também!

Veja abaixo como trabalhar em seu e-commerce para trazer um bom índice de tráfego orgânico e garantir mais vendas, com menos investimento:

Tenha um blog

Criar bons conteúdos para anúncios e nas redes sociais é uma ótima maneira de conquistar algumas vendas, mas se você ainda não tem um blog, está perdendo uma das principais maneiras de buscar o tráfego orgânico do e-commerce para sua loja virtual.

Ter um espaço integrado ao seu site, com publicações periódicas, focadas em palavras-chave que estejam alinhadas ao seu negócio é essencial para começar a busca pelo orgânico. O melhor é que você ainda pode trabalhar isso junto de suas estratégias para redes sociais, replicando artigos e mencionando conteúdos por lá.

O ideal é pensar em conteúdos para blog que atendam a diversos tipos e níveis de potenciais clientes, desde aqueles que não têm nenhuma intenção clara de compra até aqueles que já sabem o que querem, como e quando desejam adquirir.

Publicar conteúdos em dia faz com que o Google dê mais relevância para sua página e entenda que, como você tem alguns textos relevantes à disposição em seu site, aquele ambiente virtual é informativo e eficaz. O buscador, então, começa a subir seu rankeamento com base na análise dos robôs.

Invista em um site responsivo e otimizado

Um site responsivo, além de estar diretamente ligado à UX (experiência do usuário) em suas páginas, também influencia no tráfego orgânico do e-commerce. O mesmo vale para a otimização de sua casa digital, a fim de oferecer uma navegação mais rápida e sem gargalos.

Hoje, ter uma arquitetura web que responda bem à utilização em dispositivos móveis deixou de ser uma opção, e é essencial. O Google, desde março de 2018, atua no chamado Mobile First, ou seja, analisa primeiramente o fator mobile do site para, então focar na versão para desktop.

Sendo assim, se o seu e-commerce não funciona de maneira adequada nos smartphones ou tablets, isso pode ser um grande problema para o tráfego orgânico de suas páginas. Afinal, dessa maneira o Google não indicará seus conteúdos tanto quanto os que forem responsivos, em nenhum resultado de busca.

O mesmo vale para sites com problemas de performance. Imagens pesadas, conteúdos mal otimizados e outros aspectos que possam comprometer o uso das funcionalidades do seu e-commerce podem significar, claramente, uma queda no rankeamento!

Sem falar que, se o seu site não funciona no smartphone, você precisa otimizar sua loja virtual! É muito grande a quantidade de vendas que você poderá perder sem fazer isso. Portanto, pense nisso como uma prioridade ao trabalhar para aumentar o tráfego orgânico do e-commerce.

Utilize bem as meta-tags

Na hora de publicar as páginas em sua loja virtual, não se esqueça de verificar as meta-tags, que são um importante detalhe a ser pontuado. Elas são alguns parâmetros que devem ser preenchidos para que a página possa ser melhor escaneada pelo Google e deixar mais claros os seus objetivos também para os usuários.

Duas das principais são a description e o title, que além de influenciarem no trabalho dos buscadores, ainda atuam diretamente na identificação do site pelo usuário. Ou seja: imprescindíveis para quem quer buscar um bom tráfego orgânico.

O title é, de fato, o nome que aparecerá nos resultados da busca. Ele deve ser claro e deixar evidentes os detalhes daquela página e da loja em si. O mesmo vale para a description, que precisa trazer, além de pontos sobre o produto (caso a página seja para um único item) ou a categoria, benefícios da própria loja para estimular a compra pelo endereço.

Outro ponto importante aqui é o uso de boas palavras-chave, claro. Isso é um aspecto importante para que todo o pacote de soluções envolvendo as tags funcione. Procure as que mais se adequam ao seu intuito e trabalhe com bem elas nas páginas de seu site!

Gostou das dicas? Confira mais informações sobre o assunto no blog da GoDaddy!

Lucas De Vivo é jornalista e trabalha como Analista de Conteúdo na Agência Mestre. Até agora, todas as suas experiências profissionais foram dedicadas à área de conteúdo, e é ali que ele se encontra. Apaixonado pela escrita, acredita que qualquer hora do dia sem tomar café, se comunicar ou criar é tempo perdido. Adora conversar com proprietários de pequenas empresas — principalmente as mais disruptivas — e ter ótimas ideias com eles!