Como Corrigir Links Quebrados no WordPress

As dicas para tornar o seu site um grande sucesso!

Se você chegou até aqui, provavelmente, já tem boas noções de SEO — Search Engine Optimization. Dessa forma, sabe o quanto os links quebrados no WordPress podem ser prejudiciais para o relevância do seu site. Certo? 

Pois bem, neste artigo, vamos te mostrar como é possível corrigir o problema de forma prática  e segura. Confira todo o passo a passo, além de outras dicas fundamentais para a manutenção da sua casa virtual!

Por que os links do WordPress quebram?

Vale sempre lembrar que as famosas páginas 404 do WordPress podem acontecer por vários motivos. Os principais são os seguintes:

  • migração de site: é muito que, uma hora ou outra, as páginas virtuais — sejam elas institucionais, blogs ou e-commerces — precisem trocar de hospedagem ou de plataforma. Mas, se isso não for feito de forma correta, pode resultar em links quebrados no WordPress ou em qualquer outro servidor;
  • mudança de URLs: uma das boas práticas de SEO é a chamada “URL amigável”, ou seja, o endereço da página precisa ter palavras simples, fáceis de memorizar e de digitar. Só que, quando uma pessoa altera só altera a URL, sem demais cuidados, o resultado será a página 404. 

Quais são as consequências dos links quebrados?

Os links quebrados no WordPress atrapalham a relevância da sua página virtual. Afinal, imagina que uma pessoa deseja ler os textos do seu blog, mas ao clicar nos títulos, aparece “Error 404 Not Found”. Isso frustra a experiência do usuário que, muitas vezes, acaba buscando respostas nos seus concorrentes. 

O segundo ponto é que os links problemáticos podem fazer a sua casa on-line cair no ranking dos sites de busca. O Google, por exemplo, possui robôs que leem todas as páginas. Mas, quando os conteúdos não são encontrados, elas saem do índice do buscador. A consequência é o impacto da autoridade da sua página virtual. 

Descubra como corrigir links quebrados no WordPress

O primeiro passo é fazer uma varredura para descobrir todos os links sem conteúdos. Para isso, você tem várias opções, por exemplo, o Google Search Console (ferramenta gratuita de gestão de dados), o Xenu Links (programa que atua exclusivamente para identificação de links quebrados), entre outros. 

Em seguida, é necessário fazer o chamado redirecionamento. Assim, a página antiga não perde toda a relevância que já havia conquistado nos motores de busca. Não podemos deixar de lembrar que o redirect tem duas modalidades: 

  • redirecionamento 301: garante a mudança permanente da página antiga para a página nova;
  • redirecionamento 302: proporciona a mudança temporária de uma página para outra. Então, vamos supor que o seu e-commerce venda duas versões do mesmo produto. Só que o estoque do primeiro acabou, enquanto a reposição não acontece, você pode direcionar os usuários para a segunda mercadoria. 

Os redirecionamentos podem ser realizados por meio de plugins. Para isso, basta logar no WordPress, clicar em “Plugins” no menu de configurações. Depois, selecione a opção “adicionar novo” e busque por alternativas que você já conhece ou, ainda, faça novas pesquisas com as palavras-chave “redirecionamento” ou “redirect”. O WordPress vai te mostrar diversas opções de plugins, entre eles: 

  • SEO redirect plugin; 
  • WordPress SEO;
  • Redirection;
  • Simple 301 Redirections, entre tantos outros. 

No geral, os plugins têm interface e funções simples e intuitivas, assim, fica mais fácil solucionar os links problemáticos. 

Outras dicas importantes sobre SEO para aplicar no WordPress

Além do redirecionamento, é claro que existem outras tarefas essenciais para a manutenção da sua casa virtual. Veja algumas dicas importantes: 

    • palavras-chave: use os termos mais buscados pelos internautas no próprio nome do seu site, nas URLs e, claro, nos títulos e conteúdos das páginas;
    • meta description: as informações que aparecem nas páginas de busca (abaixo do nome da página e da URL) podem atrair mais os usuários. Então, aposte em frases curtas, objetivas e que realmente expliquem o conteúdo da página;
    • responsividade: para ter sucesso no mundo on-line, é essencial ter um site responsivo, ou seja, que rode perfeitamente em dispositivos móveis; 
    • velocidade: como está a velocidade do seu site ou blog? Esse é um ponto extremamente importante, afinal, a demora pode frustrar o usuário e fazer com que ele abandone a sua página virtual;
    • criação de conteúdos: nunca é demais lembrar que descrição de produtos, categorias, departamentos. Além disso, artigos de blog são excelentes para melhorar a vida dos usuários e, também, fazer com que os sites de busca dêem mais relevância. Por isso, crie conteúdos inéditos e únicos para cada página. 

Gostou deste artigo? Aproveite e conheça as soluções digitais da GoDaddy, além de outras informações importantes para otimização de sites aqui no blog