Linguagem Go: Conheça As Vantagens Desta Linguagem Do Google

Simplicidade e eficiência para a sua aplicação.

A linguagem Go, também conhecida como Golang, é uma linguagem de programação criada pelo Google em 2007. A partir de 2009, ela ficou em código aberto e começou a ser trabalhada por desenvolvedores em diferentes empresas.

Sua popularidade vem crescendo cada vez mais e acredita-se que, no futuro, a Golang possa substituir o Java, uma das linguagens de programação mais populares para o desenvolvimento de software.

Mas por que ela é tão atrativa? Leia o artigo e saiba mais sobre:

  • o que é a linguagem Go?
  • como a linguagem Go foi criada e para que ela é usada?
  • quais são as vantagens da Golang?

O que é a linguagem Go?

A linguagem Go, como vimos, é uma linguagem de programação. Ela possui algumas características específicas:

  • é uma linguagem compilada;
  • é estaticamente tipada;
  • permite programação simultânea.

Mas o que tudo isso significa?

Uma linguagem compilada é aquela em que o código-fonte é executado diretamente pelo sistema operacional ou pelo processador, após ser traduzido por um processo de compilação através de um compilador.

Ser estaticamente tipada, por sua vez, significa que a Golang define os tipos das variáveis de um programa no código, o que os torna conhecidos durante a compilação. Isso acontece em outras linguagens como Kotlin, C# e Java.

A programação simultânea é um paradigma — ou seja, uma classificação — que engloba linguagens capazes de construir programas de computador capazes de executar várias tarefas interativas simultaneamente.

Tudo isso com uma sintaxe de fácil entendimento, o que garante alto desempenho e excelente nível prático. Algumas empresas que já utilizam essa linguagem são:

  • Netflix;
  • Uber;
  • SpaceX;
  • Dropbox;
  • Imgur.

Como a linguagem Go foi criada e para que ela é usada?

A Golang foi criada com o propósito de ser uma linguagem de programação fácil de usar, mas que ainda atendesse às necessidades da Google. Sendo assim, ela precisava ser robusta o suficiente para encarar os desafios de uma empresa tão grande.

Sendo assim, seus objetivos eram eliminar a lentidão e melhorar os processos de desenvolvimento da empresa, para que eles fossem mais produtivos e escaláveis.

As principais inspirações para a linguagem Go foram linguagens de programação que ofereçam segurança e performance, como C e Pascal, mas sempre com a facilidade de uso em mente. Desse modo, ela se tornou extremamente amigável para pessoas que não têm experiência com desenvolvimento.

Desde sua criação em 2007, muitas coisas foram alteradas. A mudança mais expressiva foi a atualização do seu compilador em 2015, que deixou de ser escrito em C para ser inteiramente feito em Golang.

A criação do Docker e do Kubernetes

Docker e Kubernetes são serviços de transferência de aplicações de um ambiente computacional para outro e são exemplos do uso da Golang. Afinal, ambos os produtos foram construídos com essa linguagem.

Graças à linguagem Go, é possível encapsular códigos e de todas suas dependências, libraries, bins e files — o que é chamado de contêiner — para que a aplicação seja transferida de maneira rápida e segura através desses serviços. O Kubernetes também consegue monitorar e gerenciar os contêineres.

O uso na ciência de dados

Muitas empresas usam a ciência de dados para conseguir vantagem competitiva, já que é esse conhecimento que permite encontrar inteligência e valor comercial em grandes compilados de informação.

Por isso, a linguagem Go ganhou muita popularidade. Por seu tratamento de erros e debug facilitado, já que tem uma sintaxe simples, tornou-se acessível para cientistas de dados — que, vale ressaltar, não costumam ser programadores.

Em uma época de bancos de dados e Big Data — conjuntos de dados grandes demais para análise tradicional — ganham mais espaço, ter mais ferramentas para analisá-los é essencial. 

Quais são as vantagens da Golang?

Como vimos, a Golang é capaz de muitas coisas, em diferentes áreas de conhecimento. Não é difícil imaginar que ela tenha, portanto, muitas vantagens.

A primeira é sua simplicidade. O fácil entendimento da linguagem Go permite que ela seja utilizada no trabalho de desenvolvedores web de todos os níveis de senioridade (importante para grandes softwares, que costumam ser escritos por equipes diversas), bem como pessoas que sequer são programadores, como no caso dos cientistas de dados.

Outra vantagem muito importante é seu gerenciamento de memória nativo. Com o garbage colletion (coleta de lixo, em inglês), a Golang permite que os desenvolvedores não se preocupem com esse processo.

Isso é uma grande vantagem porque o gerenciamento de memória não é padronizado, já que depende de cada core de processamento. Com essa ferramenta nativa à linguagem, os riscos de vazamentos de memória diminuem muito.

Agora que você conhece a Golang e as suas vantagens, que tal conhecer também um guia completo de Python para continuar aprimorando seus conhecimentos sobre programação?

Lívia Bentini
Lívia Bentini é redatora da Agência Mestre. Adora escrever e acredita que compartilhar conteúdo de valor enriquece as trocas entre o público e uma marca. Sempre quer aprender coisas novas e adora o seu trabalho, porque ele o coloca frente a vários assuntos diferentes. Fora da vida profissional, ela gosta de estar em contato com a natureza, conversar sobre a vida e conhecer novos lugares.