Métricas de Marketing Digital — Conheça As Principais Para Acompanhar

Aprenda e aplique!

Para manter um negócio de pé, é preciso não apenas garantir boas vendas e que haja uma boa margem de lucro, mas também analisar outros aspectos que podem ajudar a fazer previsões para o futuro da empresa. Se você trabalha com o on-line, existem muitas métricas de marketing digital que vão te auxiliar nesse processo.

Conheça as mais importantes que devem ser acompanhadas e como elas vão te ajudar a mensurar os seus resultados!

Quais são as métricas de marketing digital?

As métricas de marketing digital são importantes para identificar possíveis tendências dos usuários ou mesmo algum problema que haja na sua plataforma, por exemplo. Portanto, é essencial fazer o acompanhamento para entender como aproveitar oportunidades e encontrar pontos de melhoria.

Apesar de muitas vezes confundidas com os KPIs, elas possuem uma diferença básica: nem sempre esses números estão atrelados à conversão dos leads. A maioria deles ajudam a mensurar aspectos como engajamento ou procura, porém só se torna um indicador-chave aqueles que estão diretamente ligados ao faturamento.

Conheça as principais métricas de marketing digital!

Métricas de Marketing Digital — Conheça As Principais Para Acompanhar

    1. Sessões

Imagine que você tem uma loja física e que fosse possível contabilizar todo mundo que entrou no estabelecimento. Seria mais fácil mensurar com precisão horários, dias da semana ou meses que geram um maior movimento, além de entender se algum tipo de campanha específica também fez com que as pessoas quisessem entrar, mesmo que só para “dar uma olhadinha”.

É exatamente isso que o número de sessões mostra sobre o seu site. Com um relatório atualizado diariamente, entender como é a movimentação dos usuários em relação ao seu site se torna uma tarefa bem mais simples.

Fazer o acompanhamento é importante, já que aumento ou a queda dos visitantes podem indicar se você está no caminho certo, ou se é melhor reavaliar as suas ações para aumentar o tráfego. Aqui, também vale a pena ver quais são as páginas que estão recebendo um maior número de acessos.

Além disso, apesar de não estar diretamente ligado às vendas, pense da seguinte forma: quanto mais pessoas estiverem acessando o seu site, maior a sua oportunidade de converter leads.

    1. Feature snippet

Uma das métricas de marketing digital que às vezes não é tão usada, mas é um ótimo indicador para quem faz, principalmente, estratégias de conteúdo, é o de feature snippet. Esse é o recurso do Google que coloca o melhor resultado na posição zero.

Estando nesse lugar, ao invés de aparecer da maneira convencional, com título e a meta description abaixo, a página mostra diretamente uma parte do texto — geralmente, o que a ferramenta considera mais importante e que possa responder rapidamente ao que a pessoa pesquisou.

Quando uma página se torna um feature snippet, o destaque que ela recebe faz com que as possibilidades de gerar um clique sejam ainda maiores.

    1. Dispositivo de acesso

As pessoas que entram no seu site costumam usar mais computador ou celular? Isso pode parecer não tão importante a princípio, mas pense da seguinte forma: sabendo o dispositivo de acesso, você pode ajustar campanhas ou mesmo o layout das páginas para se tornarem mais atrativos.

Supondo que são usados mais celulares, é essencial ser responsivo, que não afete a experiência do usuário e seja intuitivo. Ainda, é interessante considerar a criação de um progressive web app, por exemplo.

Inclusive, acompanhar essas métricas é importante para identificar possíveis problemas. Se o número de sessões via celular era alta e de repente caiu, será que não é algum problema com a versão móvel?

    1. Taxa de conversão

A taxa de conversão deve ser mapeada pois é uma ótima maneira de avaliar as possibilidades de obter novos clientes.

Um usuário convertido significa que ele se inscreveu em alguma das suas ações, seja newsletter, formulário de pesquisa ou mesmo para obter um infoproduto, como e-book e infográfico.

Tendo os dados dele, é possível nutrir esse lead e fazê-lo descer o funil de vendas até que se torne um cliente. Para isso, é essencial usar estratégias como as de e-mail marketing, por exemplo.

Ao avaliar a taxa de conversão, busque entender qual foi a origem e quais tipos de campanha geram maior número de inscrições.

    1. Engajamento

Você sabia que as redes sociais também influenciam nas vendas? Mesmo não sendo um fator determinante, manter um bom engajamento é essencial para que seja possível posicionar a marca, chegar a novos públicos e fidelizar os que já são clientes.

Acompanhe o crescimento do número de seguidores e entenda quais tipos de publicações geram mais compartilhamento e comentários. Assim, será bem mais fácil criar conteúdos voltados para as mídias.

O que achou dessas métricas de marketing digital? Para mais dicas, leia o blog da GoDaddy!

Isabela Guiaro
Isabela Guiaro é jornalista e Analista de Conteúdo na Agência Mestre. Pós-graduada em Globalização e Cultura, é apaixonada por estudos relacionados à cultura latino-americana e pelo idioma espanhol, além de saber até demais sobre as indústrias musical e cinematográfica da América Latina. Conecte-se com Isabela pelo Twitter.