O Que é ReCAPTCHA e Como Funciona?

Produtos mencionados
Muito além de segurança na web!

Você provavelmente já passou pela experiência de precisar “provar” que é um humano antes de acessar um site, certo? Se teve que digitar duas palavras levemente distorcidas ou selecionar os quadros que tinham o mesmo objeto, já sabe o que é reCAPTCHA mas provavelmente não faz ideia do porque ele estava ali e como funciona, certo?

Confira neste artigo a história desse conceito e as razões pelas quais ele é tão necessário para a segurança de seu site!

O que é reCAPTCHA?

Para começarmos a explicar o que é reCAPTCHA, precisamos voltar um pouco na história e explicar o que é o CAPTCHA.

“CAPTCHA” é a sigla, em inglês, para “Completely Automated Public Turing Test to Tell Computers and Humans Apart”, que em tradução livre seria algo como um “Teste de Turing público e automatizado para separar computadores de humanos”.

O teste de Turing, que deu nome ao CAPTCHA, trata-se de um procedimento criado pelo matemático Alan Turing em 1950, e envolve a tentativa de um humano identificar um robô/computador.

Entenda melhor o que é o teste de Touring

Esse teste funcionava da seguinte maneira: em um mesmo ambiente, o “interrogador” humano ficava em um computador, enquanto separados dele por uma barreira estavam outro humano e um sistema de inteligência artificial.

Por meio de perguntas via teclado, o “interrogador” deveria tentar separar, após as respostas, a máquina do humano que estava do outro lado. Caso ele não obtivesse sucesso nesse procedimento, era constatado que a máquina era inteligente e havia passado no teste de Touring. Ou seja, a função do teste se refere ao teste da capacidade de uma máquina se comportar como um ser humano.

O que é CAPTCHA

O termo CAPTCHA foi usado pela primeira vez em 2003, por um doutorando americano chamado Luis von Ahn, que trabalhava em uma tentativa de fazer com que contas e-mails de uma determinada empresa não fossem criadas por bots e, posteriormente, enviassem SPAM.

A ideia original era disponibilizar uma caixa para o usuário digitar. Então o computador criava uma palavra aleatória e a distorcia, dificultando a leitura. Ao decifrá-la, o usuário recebia a permissão de acesso.

Após certo tempo, e com milhões de CAPTCHAs sendo resolvidos diariamente na internet, a equipe de Luis von Ahn teve uma ótima ideia para dar, além da segurança na web, outra utilidade ao sistema: a digitalização de documentos antigos.

A esse processo, então, ele deu o nome de reCAPTCHA.

o-que-e-recaptcha-e-como-funciona
Como funciona o reCAPTCHA?

Agora que você entendeu o que é reCAPTCHA, é hora de compreender o seu funcionamento.

Muitas pessoas não sabem porque aquelas palavras são escolhidas e nem a razão pela qual elas precisam ser decifradas, mas na verdade todos estamos prestando um serviço à comunidade da internet fazendo esses testes!
Basicamente, ao preencher um reCAPTCHA, você se depara com duas palavras: uma que o sistema já conhece e outra que foi inserida no banco de dados após a análise de um livro ou documento antigo digitalizado.

Pense assim: quando um documento ou uma publicação qualquer muito antiga é digitalizada, muitas vezes, algumas palavras se tornam ilegíveis, não é mesmo? O que o reCAPCHA faz é trazê-las para o conhecimento da internet e, então, dar a oportunidade de os usuários auxiliarem na identificação delas.

Resumindo: se um número específico de usuários decifrar a palavra muitas vezes pela mesma definição, ela é considerada correta e, então, enviada para o banco de dados novamente.

Foi essa ideia que fez Luis von Ahn não só ganhar prêmios, mas também vender sua startup (a reCAPTCHA) para o Google em 2009. O slogan da empresa? “Stop SPAM, read books”, ou seja: “Pare com o spam, leia livros.”

O sistema é tão efetivo que só em 2011, mais de 100 milhões de palavras eram digitalizadas por dia! O processo passou a contar, inclusive, com opções de acessibilidade para disléxicos, daltônicos e até deficientes visuais, por meio de áudio.

A evolução dos tipos de reCAPTCHA

Atualmente, o reCAPTCHA de fato passou por mudanças, e mostra-se como um teste que envolve cliques, na maioria das vezes. É o famoso “Eu não sou um robô”, que monitora até mesmo a movimentação do mouse para te oferecer testes de clicar em imagens específicas, entre outros.

Depois da compra pelo Google, em 2009, o reCAPTCHA evoluiu mais uma vez em 2014. Isso se deu pelo fato da empresa descobrir que a inteligência artificial poderia , de fato, decifrar os textos.

Assim, o reCAPTCHA foi atualizado para o formato de uma caixa que diz “eu não sou um robô”. Mas como o sistema consegue identificar um robô neste tipo de teste? Quando se trata de um robô, a tendência é que ele clique no meio da caixa de texto. Se isso acontece, o sistema lê como captcha inválido e abre um novo teste de identificação de imagem semelhante.

No teste ele diz, por exemplo, “selecione todas as imagens que contém hidrantes”. Assim, o usuário clica nas imagens, o Google checa dados do usuário, como histórico de buscas e atividades e seu comportamento do usuário durante suas sessões e assim ele tem permissão para continuar a navegação.

Como adicionar o reCAPTCHA ao seu site?

Agora que você já entendeu o que é reCAPTCHA Se interessou pela ideia de evitar a entrada de bots e outros computadores em seu site? Saiba quevocê pode adicionar o sistema à sua página! E o melhor: de maneira simples e rápida, veja os passos:

  • acesse a página do reCAPTCHA em google.com/recaptcha;
  • vá em “Registrar Um Novo Site”;
  • no campo “Etiqueta”, nomeie o reCAPTCHA;
  • escolha o tipo de reCAPTCHA;
  • adicione o domínio do seu site;
  • aceite os termos de serviço do reCAPTCHA e clique em “register”;
  • na tela que se segue, copie a “site key” ou Chave de site e Chave Secreta.

Após esse processo, é hora de adicionar o código ao seu site:

  • insira, entre as tags do seu site, a linha: <script src=’https://www.google.com/recaptcha/api.js’></script> — vale apontar que isso deve ser feito em todas as páginas nas quais desejar essa verificação, ok?;
  • no código fonte dos formulários, então, adicione a seguinte linha: <div class=”g-recaptcha” data-sitekey=”chave do site aqui (site key)“></div>— a site key deve ser colada entre aspas para que funcione.

Se interessou mais pelo o que é reCAPTCHA? Confira outros artigos para auxiliar na segurança de seu site aqui no blog da GoDaddy Brasil!

 

Imagem de: https://www.flickr.com/photos/

Jornalista apaixonada por literatura, música e cinema. É Analista de Conteúdo na Agência Mestre e, antes disso, foi produtora editorial, assessora de imprensa e teve vários blogs ao longo do caminho. A escrita é sua paixão e acredita que a comunicação pode mover barreiras.