O que é TLD? Quais são seus tipos? Veja como escolher o ideal!

O endereço do seu site pode fazer toda a diferença na hora de conquistar acessos

Se você possui um website, seja para qual fim for, deve saber como a URL (endereço e domínio) é fundamental, pois é por meio dela que o usuário encontrará sua página. Mas será que você sabe o que é um TLD, suas funções, tipos e como escolher o melhor? 

Sabe o famoso .com que fica no final de um endereço para site? Ou .net, .gov, etc? É basicamente disso que o termo TLD trata. E entender suas particularidades é importante na hora tornar seu site público e agradável para seus usuários.

Quer aprender mais sobre o tema? Continue lendo para tirar todas suas dúvidas sobre o que é TLD e saber como escolher o melhor domínio para o seu site! 

O que é TLD?

TLD, ou Top Level Domain, é uma parte do endereço de um site que vem logo após o último ponto da URL. 

Para melhor entendimento, o TLD seria a exata localização de uma empresa e, consequentemente, seu endereço completo. Alguns exemplos de TLD são: 

  • .info; 
  • .com;
  •  us; 
  • .co, dentre outros.

Obviamente, ele não está em um domínio ao acaso, seu objetivo é realizar uma espécie de classificação do site. Ou seja, um site cujo top-level domain é .com está informando que se trata de um site comercial.

Como exemplo temos o WordPress.com, que é um site comercial, enquanto o WordPress.org se trata de uma versão sem fins lucrativos do grupo.

Portanto, como podemos perceber, o TLD funciona como uma espécie de identificador da natureza e ramo de atuação de cada página. 

Dessa forma, ele deve ser selecionado de acordo com as características e objetivos do negócio por ele representado, pois ele estará explícito no endereço seu domínio para que seus clientes tenham acesso.

Quer saber como registrar o domínio de um website? Saiba mais no vídeo exclusivo da GoDaddy:

Quais os tipos de Top Level Domain?

A TLD pode ser classificada em três tipos, todos reconhecidos pela IANA, Internet Assigned Numbers Authority (autoridade global de supervisão dos números na internet e que concede os domínios de topo). 

Os tipos de LD são os seguintes:

gTLD – Generic top-level domain

Domínios de Topo Genéricos são aqueles mais conhecidos e utilizados. Qualquer um que possui um site pode registrá-lo com um gTLD. 

Alguns exemplos são o .org, .net e também .info. Além deles, grandes empresas também podem registrar seus gTLD, como o .google e o .oracle.

sTLD – Sponsored top-level domain

Chamados em português de Domínios de Topo Patrocinados, os sTLD são aqueles patrocinados por entidades, empresas ou até mesmo governos. 

Alguns exemplos são .gov, .edu e .travel.

ccTLDs – Country code top-level domain

Os Domínios de Topo de Código de País se encarregam de representar sites de países específicos. Grandes empresas que funcionam mundialmente utilizam esse tipo de domínio. 

Como exemplos mais famosos, temos o Amazon.com.br e o Amazon.co.uk, do Brasil e Reino Unido, respectivamente.

Como escolher o melhor tipo de TLD?

Agora que você já sabe o que é TLD, como escolher o melhor tipo para o seu negócio?

Como você já deve ter notado, existem diversas opções de domínios para registrar o seu site. Separamos algumas perguntas que você deve ter muito bem respondidas para que essa escolha seja mais fácil.

1. Qual é o objetivo do seu site?

Se o seu site for para fins comerciais, como um e-commerce, o .com é o TLD mais indicado. Já se for uma organização sem fins lucrativos, o .org é a melhor escolha, por exemplo. Seja qual for a escolha, é importante que o TLD transmita exatamente sobre o que se trata o site.

A primeira coisa que muitas pessoas olham ao acessar uma loja virtual, por exemplo, é a URL. Portanto, ela deve causar uma impressão de segurança e ser reconhecida.

2. Você considera criar um TLD?

A exclusividade é um fator importante principalmente para sites cujo objetivo é vender um produto ou serviço. Por esse motivo, um novo TLD pode ajudar tal negócio a ganhar destaque.

Além disso, considere comprar uma segunda versão do seu domínio, com grafia ou pronúncia semelhantes, e fazer um redirecionamento. Isso impede que outros negócios tenham endereços parecidos com o seu.

Mas, atenção: se você tem planos de que o seu negócio se expanda, seja para outros segmentos e até outras regiões do mundo, um TLD genérico é mais indicado. 

Assim você não precisará realizar todo o remanejamento para possíveis sites futuros que você terá que abrir para outras regiões.

3. Você deseja otimizar o SEO do site?

Existe certa polêmica no que se refere ao fato de o TLD ser importante para o SEO, Search Engine Optimization, ou não. 

O consenso geral é de que o Google dá e sempre dará preferência para o melhor conteúdo e experiência do usuário, independente do top level domain do site.

No entanto, o TLD escolhido pode influenciar no tráfego. Afinal, uma URL com elementos que parecem estranhos e pouco conhecidos pode dificultar o acesso das pessoas por elas os acharem inseguros. Além disso, os nomes de domínio interessantes adicionam mais valor a entidade dona do site.

Como saber a disponibilidade de um domínio em TLD?

Agora que você já sabe o que é TLD e como sua escolha pode ser muito benéfica para um site, não deixe de verificar a disponibilidade do seu nome de domínio ideal!

Veja agora mesmo se o seu está disponível:

Caso o domínio que você deseja esteja disponível, o próximo passo é contar com a ajuda do Criador de Sites da GoDaddy oferece todos os recursos necessários para criar e gerenciar um portal de qualidade para você ou sua marca.

A ferramenta oferece domínios personalizados para que você insira o TDL que mais combina com seu negócio. Além disso, seu site terá uma ferramenta integrada de SEO para otimizar seu conteúdo nos principais buscadores da internet, como o Google e o Yahoo.

Comece gratuitamente agora mesmo e faça um teste sem a necessidade de cartão de crédito!

Se você gostou deste artigo, aprendeu o que significa TLD  e quer ter mais dicas e aprendizados, não deixe de continuar acompanhando o blog da GoDaddy!

Imagem de: https://pixabay.com/pt/

Jornalista apaixonada por literatura, música e cinema. É Analista de Conteúdo na Agência Mestre e, antes disso, foi produtora editorial, assessora de imprensa e teve vários blogs ao longo do caminho. A escrita é sua paixão e acredita que a comunicação pode mover barreiras.