PHP— Um Guia Iniciante Sobre Linguagem de Programação PHP

Saiba como começar!

Está ansioso para aprender uma linguagem de programação e atuar com desenvolvimento? O PHP pode ser uma ótima escolha! Afinal, os processos feitos pela internet, banco de dados e sistemas estão cada vez mais aquecidos.

Mas, neste início de carreira, é crucial fazer uma pesquisa e descobrir qual a linguagem certa para seus objetivos. Quer dominar uma das linguagens mais conhecidas mundialmente? Descubra como!

O que é PHP?

O PHP consiste em uma linguagem para o desenvolvimento de aplicações para a web. Por ter código aberto e ser de livre uso, é muito econômico. Sendo assim, não há necessidade de licenciamento.

É uma ótima opção para quem está começando, pois é de fácil compreensão, além disso, é similar ao código HTML — ou seja, o conhecimento nesta linguagem já vai te colocar bem à frente com o PHP.

Também é compatível com diversos sistemas operacionais — que gerenciam os recursos do seu computador — e é utilizado no back-end de sites, para scripts no lado do servidor e da linha de comando e para aplicações de desktop.

Como surgiu?

O PHP é a sigla do termo PHP Hypertext Preprocessor. Quando foi criado por Rasmus Lerdorf, ainda não era uma linguagem de programação. Servia principalmente como uma interface para analisar os dados de um website, como por exemplo, saber o tráfego orgânico que recebia.

O contexto na época era que o HTTP e o HTML dos sites trabalhavam juntos para fazer com que os sites funcionassem na internet. As informações em HTML ficavam armazenadas em um servidor, e o papel do HTTP era fazer uma cópia deste documento e enviá-lo para que as pessoas pudessem acessá-lo no navegador.

Mas, neste processo ainda rústico da internet nos anos 90, não havia nenhuma forma de analisar a performance de sites e saber quantas pessoas de fato acompanhavam as páginas. Para acabar com essa falta de informação foi que surgiu o PHP.

Já pensou o que seria das empresas que dependem destas informações para traçar estratégias de vendas e marketing digital se não tivessem acesso a estas informações?

PHP é uma linguagem de programação?

Como comentado, o PHP surgiu como uma interface, mas a partir de suas atualizações, o próprio criador da ferramenta abriu o código fonte para que diversos programadores pudessem contribuir. Com isso, a interface ganhou diversas funcionalidades e ficou muito popular.

O grande marco do PHP foi em 1998, quando a abertura do código possibilitou que programadores o reformulassem e dessem a ele características de linguagem de desenvolvimento.

Assim, o PHP que antes significava Personal Home Page, passou a se chamar PHP Hypertext Preprocessor, com a própria sigla no nome.

Por onde começar seus estudos?

Aprender a linguagem é mais fácil para quem já tem algum conhecimento em outra, como o HTML/CCS. Mas não se preocupe, essa ainda é a parte mais fácil do processo. O grande desafio é ganhar experiência e ser um bom programador.

Confira os principais conhecimentos para dominar o PHP!

Lógica de programação

Esse é o primeiro passo para você aprender qualquer linguagem, pois, vai poder entender como funcionam os algoritmos e como fazer uma construção que faça sentido respeitando as regras. Também ficará muito mais fácil resolver problemas de forma coerente e fundamentada.

Aprender a sintaxe

A sintaxe em PHP pode ser entendida como a forma em que a linguagem é escrita, ou seja, os comandos específicos, regras e organização do código e recursos. Quanto mais familiarizado você estiver com estes aspectos específicos, mais rápido conseguirá entender a linguagem.

Orientação de objeto

Este conceito de programação é utilizado porque programar pensando em objetos ajuda a contextualizar situações, e aproximar a organização da forma como ela é feita na realidade.

Isso de deve porque os objetos têm características e comportamentos esperados e possíveis. O objeto “celular” por exemplo, te permite fazer uma série de funções que um “carro” não faz. Nem sempre esses objetos existem na realidade, muitas vezes, eles são serviços, como uma venda, por exemplo.

Com essa forma de programação, você também pode reutilizar os seus códigos e separar o sistema em setores que ficam responsáveis por uma tarefa específica. Esta maneira de encarar a programação também é muito mais simples e gera menos falhas no processo.

Bancos de dados

Após aprender a sintaxe e como escrever os códigos, é necessário entender sobre bancos de dados para que você possa armazenar e fazer a gestão das informações de uma forma rápida e eficiente.

Dominar algum framework

Framework é uma plataforma que visa facilitar as aplicações do código pelo desenvolvedor web. Com ele você vai poder escrever de forma mais rápida e com menos repetições no código. Além disso, conhecer algum deles é essencial para você poder ingressar no mercado de trabalho.

Após dominar os primeiros passos, você pode se aprofundar ainda mais por meio de cursos on-line e construindo as suas próprias aplicações. Afinal, o treino é uma das principais maneiras de garantir o aprendizado.

Gostou das nossas dicas? Confira mais informações sobre empreendedorismo e tecnologia no blog da GoDaddy Brasil!

Daniele Souza
Daniele Souza é jornalista por formação e curiosa por natureza. Atua como Analista de Conteúdo na Agência Mestre, onde trabalha com o que mais gosta de fazer— a escrita — para ajudar pessoas e negócios. Tem sede de aprender sobre tudo, principalmente marketing digital, design, línguas e história. Aprecia as pequenas coisas, como uma boa conversa com amigos e tempo com a família. Sempre foi fissurada por leitura e ama o gênero de não-ficção. Você pode se conectar com Daniele no LinkedIn.