Problemas com DNS — Conheça os 3 Mais Comuns e Como Resolvê-los

Evite dores de cabeça!

Problemas com DNS podem ocorrer frequentemente, e precisam ser solucionados o mais rápido possível para evitar falhas de conexão dos usuários com seu site. Entretanto, embora as opções de solução sejam simples, nem sempre estão claras para quem não conhece os erros a fundo.

Neste artigo da GoDaddy Brasil, você vai encontrar os principais erros relacionados a DNS e também as devidas maneiras de resolvê-lo. Confira!

Por que os problemas com DNS acontecem?

A base dos erros é o fato de que eles sinalizam uma impossibilidade de conectar a um endereço IP, seja por perda de acesso ou da própria rede. Isso porque o DNS (Domain Name System) é a rede de servidores que registra todos os nomes alfanuméricos para quaisquer dispositivos conectados à internet. Ou seja, ele “traduz” os sites para endereços IP e permite o acesso.

O mais curioso em relação aos problemas com DNS é o fato de que eles simplesmente acontecem. Quando você menos espera, surgem erros de conexão relacionados a eles e é necessário buscar as devidas soluções.

Entretanto, é importante compreender que, ao ver um erro de DNS, você precisará pesquisar um pouco em diversos níveis de profundidade até encontrar a origem do problema, principalmente porque os navegadores têm mania de usar DNS como “desculpa” para muitos outros erros, e seu usuário pode ter dificuldade com isso

Principais problemas com DNS

Veja abaixo uma lista dos principais problemas com DNS:

  1. time to live (TTL) inadequado;
  2. ataque DDOS;
  3. latência do DNS.

Quer saber mais detalhes sobre cada um? Confira abaixo!

1. Time to live (TTL)

Toda informação na rede tem uma “data de validade”. Funciona assim: o servidor de cache solicita para o servidor no modo autoritário os registros de DNS. Então, o autoritário “explica” para o cache por quanto tempo eles estarão bons — o normal é que seja entre alguns minutos e um dia todo. Esse é o TTL.

Suponha, então, que os registros de DNS mudem antes do TTL expirar. Esse gargalo entre os períodos faz com que o servidor de cache envie por um tempo os registros errados para diversos usuários, que terão problemas com DNS.

Por outro lado, se o TTL for baixo demais, ele poderia sobrecarregar o servidor autoritário com solicitações de registro desnecessárias.

A melhor maneira de solucionar, então, é atualizar os registros de DNS. Você pode fazer isso reduzindo o TTL temporariamente. Um bom número é de cinco minutos. Caso queira algo que mantenha os registros por mais tempo, aposte em um dia todo.

Ataque DDOS

Ataques DDOS podem afetar qualquer provedor de internet, então, se você checou tudo o que foi possível para buscar problemas com DNS em seu site e não encontrou, talvez seja hora de ligar para a empresa que lhe oferece esse serviço e questioná-los sobre problemas nos servidores deles.

Vale lembrar que: caso eles confirmem, o melhor é ficar em contato para garantir que será solucionado.

Porém, existe um cenário mais caótico nesses termos, que é um ataque DDOS. Trata-se de uma onda repentina de tráfego muito grande que atinge seu site e, consequentemente, causa problemas com DNS por sobrecarregar os servidores. Solucione isso solicitando um novo IP, limpando os logs e garantindo que seus registros novos estejam de acordo com o endereço solicitado.

3. Latência do DNS

A latência é, basicamente, o tempo que as solicitações dos servidores levam para serem transmitidas e, então, retornarem. Normalmente, quando as pessoas reclamam que “a internet está lenta hoje”, eles estão se referindo a problemas com latência. A questão aqui é que os problemas com DNS podem ser grande parte das questões que envolvem a latência.

Um dos maiores fatores relacionados à velocidade da rede é simplesmente a distância que os dados precisam “viajar”, mas ainda assim é possível melhorar a latência checando se os seus servidores DNS trabalham com uma estrutura centralizada ou descentralizada.

Outro ponto: se eles estiverem localizados realmente muito longe da maioria dos seus usuários, vale a pena pensar em outros provedores, para garantir uma redução efetiva da latência.

O TTL, que falamos acima, também tem um papel importante na melhora da latência. Mantê-lo mais alto permite que os registros DNS sejam mais consistentes e, assim, evita as solicitações desnecessárias de servidores, o que reduz o quanto se precisa do tráfego de dados.

Gostou das dicas que selecionamos para você lidar melhor e solucionar seus problemas com DNS? Confira outros artigos sobre o tema, para melhorar seu site, aqui no blog da GoDaddy Brasil!

Para conhecer mais soluções, aproveite e veja também nosso site!

Lucas Carvalho De Vivo
Lucas De Vivo é jornalista e trabalha como Analista de Conteúdo na Agência Mestre. Até agora, todas as suas experiências profissionais foram dedicadas à área de conteúdo, e é ali que ele se encontra. Apaixonado pela escrita, acredita que qualquer hora do dia sem tomar café, se comunicar ou criar é tempo perdido. Adora conversar com proprietários de pequenas empresas — principalmente as mais disruptivas — e ter ótimas ideias com eles!