Pule para o conteúdo principal
Mantenha sua empresa funcionando durante a COVID-19Saiba mais
Ligue para nós
Números de telefone e horário de funcionamento
Central de Ajuda

Explore nossos recursos de ajuda online

BlogAjuda

Managed WordPress Ajuda

Importar o banco de dados do seu site


Etapa 5 da série Mover um site Managed WordPress para uma conta WordPress não gerenciada.

Obrigatório: siga as etapas de Editar arquivo SQL para importação para evitar erros de importação do MySQL.

O arquivo SQL do banco de dados baixado na etapa 2 precisa ser importando para o novo banco de dados do site de destino. Você pode precisar contatar o seu novo provedor de hospedagem para obter detalhes específicos sobre como fazer isso na plataforma deles. Estas instruções supõem que você esteja usando a ferramenta mais comum, o painel de controle phpMyAdmin.

  1. Conecte-ser ao phpMyAdmin do banco de dados da sua nova conta de hospedagem.
  2. No phpMyAdmin, selecione o seu banco de dados no menu à esquerda.
    imagem mostrando como selecionar o nome do banco de dados no menu à esquerda
  3. Na guia Estrutura, selecione Marcar tudo e depois selecioneSoltar no menu Com selecionados: para preparar o banco de dados para a importação do SQL.
    imagem mostrando como marcar a opção “selecionar tudo” e selecionar opções no menu suspenso
  4. Selecione Ir .
  5. Selecione Sim na mensagem de alerta que aparece. Isso elimina as tabelas existentes e permite uma importação limpa do arquivo SQL do site.
  6. Selecione Importar e depois Escolher arquivo para encontrar o arquivo SQL que você editou em Editar arquivo SQL para importação.
  7. Selecione Ir .

Observação: Se você receber a mensagem de erro “Tempo do script expirado. Caso deseja concluir a importação, envie o arquivo novamente. A importação será retomada.”, poderá imediatamente selecionar o mesmo arquivo para importar e continuar a restauração de onde parou.

Prefixo de tabela

Quando a importação for concluída, encontre o prefixo de tabela nos nomes de tabela para a etapa final Faça as edições finais.
imagem mostrando como identificar o prefixo de tabela.


Saiba mais